5 pontes exclusivas onde você vai querer tirar uma selfie

Moses Bridge na Holanda

Moses Bridge na Holanda

As pontes de que trata este artigo são mais do que apenas um elo de ligação entre duas margens. Eles se tornaram um emblema da cidade em que estão localizados e até mesmo autênticas obras de arte. Todos eles têm em comum o desafio às leis da gravidade e sua perfeita integração com a paisagem circundante. Não perca, abaixo, 5 pontes muito fotogênicas onde você vai querer tirar uma selfie.

Moses Bridge (Holanda)

Não é por acaso que esta ponte holandesa foi chamada de Ponte de Moisés porque sua presença dividiu as águas do Canal Halsteren em duas.

A Ponte de Moisés foi construída para ligar duas margens da Linha de Água de Brabante Ocidental, uma linha de defesa composta por uma série de fortalezas do século XNUMX e cidades com zonas de inundação. Por isso, era imprescindível que a ponte não quebrasse a bela paisagem repleta de vegetação em que seria instalada.

Os construtores da Ponte de Moisés concluíram que era melhor colocar uma passarela de madeira à prova d'água sob o nível da água. O resultado é brilhante, pois não só cumpre sua função, mas também produz um efeito ótico único. A sensação é de andar sobre as águas como o próprio Moisés.

Tatton Park Bridge (Reino Unido)

Ponte Tatton Park

Ponte Tatton Park

Se no caso anterior o visitante pode caminhar pelas águas como Moisés em sua fuga do Egito, neste caso pode se sentir como um pássaro suspenso no ar. Esta ponte peculiar em Tatton Park em Knutsford, na Inglaterra, é obra do artista francês Olivier Grossetête. Para conseguir o efeito de luz desejado, ele usou três enormes balões de hélio branco que flutuam em uma ponte de corda sobre o lago, que é cercado por um delicado jardim japonês.

Ponte de Vidro Zhangjiajie (China)

Porcelana de ponte de vidro

O gosto pelas megaconstruções na China é bem conhecido. O objetivo não é apenas mostrar o poder da engenharia nacional, mas criar estruturas dignas de se tornarem atrações turísticas de massa.

Zhangjiajie é a ponte de vidro mais longa do planeta, com 430 metros de comprimento e 300 metros de altura. Está localizado dentro do Parque Natural Zhangjiajie, na província de Hunan, que é reconhecido como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO desde 1992, sendo um dos mais visitados da China.

Essa ponte de vidro custou 3.400 bilhões de dólares, um valor tão estonteante quanto a altura em que está localizada. Superados os problemas de vertigem, é melhor tirar uma fotografia deitada sobre uma das placas de vidro que a compõem. O resultado é superimpressionante porque seu piso de vidro permite acreditar que se está caminhando no ar.

Nova Ponte de Ronda (Espanha)

rsz_puente_de_roda

O Puente Nuevo de Ronda é o emblema desta cidade do interior de Málaga, que recebe mais visitantes todos os anos. Construída entre 1571 e 1793 em forma de aqueduto em alvenaria de pedra, seu percurso serve para ligar os dois bairros mais importantes do município: a cidade (de origem árabe) e o mercado. A partir dele você pode ver outras maravilhas de Ronda, como as Casas Suspensas ou o Tajo de Ronda.

Este é o local mais visitado de toda a província de Málaga, pois a cidade parece estar pendurada no céu. É um desfiladeiro de quase cem metros de profundidade escavado pelo rio Guadalevín onde se encontra a Ponte Nova., um edifício imponente de 70 metros de comprimento e 98 metros de altura, que levou mais de 40 anos para ser construído devido ao terreno perigoso.

A título de curiosidade, conta-se que o arquitecto que construiu a Puente Nuevo de Ronda, José Martín de Aldehuela, saltou a partir dela no Tejo ao perceber que nunca mais conseguiria construir algo tão belo.

Ponte Suspensa Capilano (Canadá)

Ponte Suspensa de Vancouver

Ponte Suspensa Capilano

A Ponte Pênsil Capilano é um dos lugares mais divertidos e icônicos de Vancouver. Está suspenso a mais de 70 metros de altura e tem 137 metros de comprimento. É caracterizada pelo seu sistema de passadiços de madeira sobre uma falésia granítica de origem glacial.

A atual Ponte Pênsil não é a original de 1889, mas não para de atrair visitantes e curiosos. Talvez seja a sensação emocionante que se sente ao ser suspenso de uma forma tão frágil a tantos metros de altura ao lado de uma das mais belas paisagens da cidade canadense.

Você quer reservar um guia?

O conteúdo do artigo segue nossos princípios de ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*