Guia rápido para voar com crianças para qualquer destino

Imagem | Happy Grey Lucky

Viajar em família é uma experiência inesquecível e gratificante, mas para muitos pais organizar a viagem não é uma tarefa fácil. São muitos os aspectos que devem ser levados em consideração: reserva de passagens, transporte de documentação, alimentação, assentos e segurança ...

Caso você se encontre nesta situação, no próximo post falaremos sobre a melhor forma de viajar com crianças a bordo de um avião. Não o perca!

Quanto as crianças devem pagar para voar?

Crianças menores de dois anos, que viajam no colo dos pais, pagam uma passagem infantil a preço reduzido sem direito a assento. Essa opção pode ser aceita em voos curtos, mas em voos longos é melhor comprar uma passagem aérea completa aproveitando os descontos para crianças menores de 12 anos (entre 50% e 75%) e assim viajar com mais conforto e tranquilidade. .

No entanto, algumas companhias aéreas chegam a disponibilizar poltronas com poltronas especiais para que as crianças possam viajar com mais segurança, pois às vezes não é permitido trazer cadeirinhas de bebê ou carrinhos de bebê para a cabine e estes precisam ser registrados.

Em voos internacionais, as companhias aéreas costumam disponibilizar um berço para crianças de até dois anos, desde que solicitado no momento da reserva. 

Imagem | Espelho

Qual é o assento ideal para uma criança?

As crianças estão muito inquietas e precisam de espaço. Se você tem mais de dois anos, o ideal seria reservar assentos nas primeiras filas, pois é mais prático entrar e sair do avião e também é mais espaçoso. No entanto, temos que ter em mente que esses locais costumam estar sujeitos a preços mais caros. Em qualquer caso, na medida do possível, é aconselhável solicitar assentos na janela ou centrais para as crianças e, assim, evitar corredores já que o movimento de passageiros durante a viagem é constante e assim evitaremos que fiquem mais ansiosos que o normal.

Qual deve ser a documentação para as crianças voarem?

Cada país tem uma regulamentação diferente quanto à documentação de menores, por isso é aconselhável reunir mais informações a esse respeito dependendo do destino da viagem. Por exemplo, No caso da União Europeia, é imprescindível que cada viajante tenha o seu passaporte ou documento de identificação para poder voar independentemente da sua idade. Esses documentos devem ser apresentados no ato da cobrança na presença de ambos os pais ou com a autorização por escrito de um deles caso não estejam presentes.

Por sua vez, algumas companhias aéreas podem estabelecer seus próprios requisitos ou solicitar mais documentação. Antes de fazer a reserva, devemos nos informar bem sobre os regulamentos específicos da companhia aérea com a qual você irá viajar.

Imagem | HuffPost

As crianças podem viajar de avião sozinhas?

Crianças entre 5 e 11 anos podem viajar sozinhas de avião, desde que a companhia aérea ofereça serviço de acompanhante para menores e seja indicado na compra da passagem.

Ao contratar este serviço, quando o menor chegar ao aeroporto, será recebido por pessoa da companhia aérea no balcão de check-in e ficará com ele até o embarque e posterior acesso ao avião, onde será entregue a criança ao pessoal de cabine para que cuide dele durante o voo.

Nestes casos, o menor costuma viajar com uma pequena mala ao pescoço que diz UM (Menor Desaconselhado), onde serão guardados o seu bilhete e documentos pessoais. No caminho, o pessoal da cabine concederá um tratamento especial até o desembarque. A equipe de solo da empresa irá monitorar você em todos os momentos, seja até outro vôo de conexão ou até a chegada de seus familiares se for o final da viagem.

As crianças que não estejam acompanhadas por um adulto só podem entrar ou sair do país com autorização por escrito. Referido documento deve conter a data da viagem, a assinatura dos pais ou responsáveis ​​e ser certificado.

No entanto, há cada vez mais companhias aéreas que aboliram este serviço ou que diretamente não permitem que menores de 16 anos voem desacompanhados.

Imagem | Viagem + Lazer

Como tornar a viagem mais agradável?

Para divertir as crianças, principalmente em viagens longas, é imprescindível que você leve um brinquedo, livro, tablet ou lápis e papel. Isso os ajudará a interromper a longa jornada que têm pela frente.

O que levar para seu conforto?

Se possível, um travesseiro e um cobertor para que possam dormir em paz e usar roupas confortáveis. No caso dos bebês, também serão necessárias fraldas, troca de roupas e mamadeiras e chupetas.

Como cuidar da alimentação durante o vôo?

Normalmente, as companhias aéreas costumam ter um cardápio infantil para alimentar os mais pequenos, mas se a viagem for curta, o lanche da criança pode ser levado na bagagem de mão. 

Os bebês são mais propensos à desidratação, por isso devem beber líquidos antes e durante o voo, especialmente voos longos.

Você quer reservar um guia?

O conteúdo do artigo segue nossos princípios de ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*