Bora Bora, um paraíso exótico na Polinésia Francesa

Cabanas em Bora Bora

Bora Bora tornou-se um dos melhores destinos quando se trata de desfrutar de uma lua de mel e férias em um lugar exótico. É preciso dizer que é um destino de luxo, mas é claro que é o lugar ideal para umas férias muito especiais, em uma lagoa cristalina hospedando-se em cabanas com todo tipo de conforto.

Bora Bora está localizado na Polinésia Francesa, e não é um destino muito frequentado, em grande parte por causa do tamanho da ilha e porque nem todas as economias podem pagar por isso. Existe uma ilha principal e depois existem diferentes 'motus' ou pequenas ilhotas que não têm formações montanhosas, geralmente apenas um pouco de vegetação. Não é apenas um destino de sol e praia, mas também um lugar para descobrir uma cultura ancestral muito especial.

Breve história de Bora Bora

Em princípio, cada ilha da Polinésia era governada por um chefe local de forma independente. Por volta de 1700, os ingleses assumiram o controle da maior parte do território, que durou até o século XNUMX, quando os franceses deslocaram os ingleses e ganharam o controle, tornando-se os Atual Polinésia Francesa. Hoje, embora tenha havido alguns movimentos a favor da independência, as leis políticas deixam claro que a França não abrirá mão desses territórios ultramarinos.

Informações importantes para viajar

Aeroporto de Bora Bora

Bora Bora está localizada a noroeste do Taiti e ao sul do Havaí, e está formado por um vulcão extinto que não está mais ativo. Está rodeado por uma lagoa separada do mar por um recife de coral, o que o torna um local muito sereno e ideal para se desligar.

Para chegar à ilha é necessário passar pelo aeroporto tahiti, utilizando o serviço da empresa Air Tahiti. Em cerca de 50 minutos você pode chegar ao aeroporto Motu Mate, no nordeste. Este pequeno ilhéu ou motu está localizado a 30 minutos de Vaitape, que é a principal cidade de Bora Bora. Do aeroporto tem que apanhar um ferry para chegar aos diferentes destinos, e o ideal é combinar previamente o transfer com o hotel. Não existe transporte público na ilha, pelo que é necessário alugar um carro, fazer safaris de jipe ​​ou passear de bicicleta ou a cavalo, bem como barcos que vão de um motu a outro. Outra forma de chegar lá saindo do Taiti é usando os barcos de cruzeiro, embora eles não sejam altamente recomendados porque são lentos e também têm poucas comodidades.

A documentação a ser trazer é o passaporte se a gente vai ser menos de três meses, e o visto se a estada for mais longa. A moeda é o franco francês do Pacífico, e cerca de 120 francos equivalem a um euro. O melhor é trocar a moeda na ilha, nos mesmos hotéis, nas ATMs ou nos bancos, e em alguns locais até se aceitam euros.

Bora Bora

O clima oferece 25 a 30 graus o ano todo, mas a melhor época é de maio a outubro, pois há meses com ventos fortes. Os meses de maio, junho, setembro e outubro são os melhores para a combinação de tempo e arranjo da acomodação.

O que ver e fazer em Bora Bora

Lagoa em Bora Bora

Nos primeiros dias, o melhor a fazer é descansar, curtindo as belas cabanas de água e a lagoa cristalina. Quando estivermos recuperados da viagem, podemos começar a desfrutar das atividades. Passeie pela lagoa de canoa, em divertidos barcos com fundo de vidro, vendo o fundo tão claro, fazer snorkeling, nadar ou mergulhar é uma ótima alternativa. A ilha é pequena, com cerca de 30 quilómetros quadrados, com a grande lagoa interior, rodeada de motus, uma das mais bonitas é a Motu Tapu, podendo também visitar as ilhas vizinhas de Tahaa ou Raia Tea nestes barcos.

Vida marinha em Bora Bora

Uma das excursões que os entusiastas do mergulho não devem perder é o visita ao recife de coral. Nele é possível ver muita vida subaquática, praticando esportes náuticos. Você também pode apreciar o pôr do sol em um katamarã.

Se você quiser ver os animais marinhos do meio ambiente, você pode vá para o parque marinho Lagoonarium, em uma ilha particular. Lá podem ser avistados e também é possível nadar com animais como peixes exóticos, golfinhos, raias ou tartarugas. Em Le Meridien você tem outro parque marinho com mais de uma centena de espécies de tartarugas marinhas se quiser conhecer este animal a fundo.

Monte Otemanu em Bora Bora

um excursão ao monte Otemanu é outro essencial. É formado por um antigo vulcão adormecido, e você pode desfrutar da paisagem como nunca antes. Há também excursões em 4 × 4 pela orla da montanha, você pode fazer escaladas, ou fazer uma excursão para ver os vestígios da Segunda Guerra Mundial.

gastronomia

Esta viagem também será uma oportunidade para desfrute de uma gastronomia exótica. Experimente compotas feitas com frutas exóticas e frescas, ou experimente pratos de frutos do mar. A culinária é oferecida que é uma mistura de pratos franceses e internacionais, além de especialidades do Taiti. Uru é um vegetal típico da Polinésia, e você também pode experimentar o inhame, uma raiz vegetal. Quanto às bebidas, há deliciosos coquetéis como Banana Coralia, com banana fresca, suco de limão, calda de morango e coco.

Você quer reservar um guia?

O conteúdo do artigo segue nossos princípios de ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*