O que fazer nas ilhas Cíes

As ilhas galegas mais perfeitos são Ilhas Cies, um paraíso, um pitoresco postal que atrai visitantes de toda a Europa. Tanto que eram candidatos a serem Patrimônio da Humanidade.

Hoje, no Travel News veremos o que fazer nas Ilhas Cíes.

Ilhas Cies

É um arquipélago formado por três ilhas, a Ilha de San Martino, a Ilha de Faro e a Ilha de Monteagudo. Também são conhecidas como Illa Norte, Illa do Medio e Illa Sur. São ilhas que foram formados no final do período terciário: parte da costa afundou, penetrou no mar e deu forma a estas ilhas.

Assim, as ilhas são na verdade os picos das montanhas costeiras que foram parcialmente submersas. Se trata de ilhas montanhosas, com falésias ferozes e muitas cavernas produtos da erosão constante do mar e do vento. A Ilha do Faro está ligada à Ilha Norte por um banco de areia conhecido como Playa de Rodas, com 1200 metros de extensão, considerada uma das mais belas praias de Espanha.

A Ilha do Farol tem cerca de 106 hectares de superfície, o Monteagudo cerca de 189 hectares, juntos, e a Ilha de San Martino tem uma média de 145 hectares mais ou menos. É o mais meridional do grupo.

Desde 1980 as Ilhas Cíes são um parque natural, mas desde 2000 já compõem o Parque Nacional das Ilhas Atlânticas da Galiza. Este parque também é composto por outras ilhas. A área submarina que os rodeia é fantástica, com a sua floresta de algas castanhas, por exemplo, mas não é a única coisa, tanto acima como abaixo d'água as belezas e riquezas da flora e fauna marinha aumentam.

Acrescente a visita anual de baleias, tartarugas marinhas e golfinhos e a lista de sucesso está completa.

O que fazer nas ilhas Cíes

Primeiro você tem que dizer isso as visitas são limitadas em número para que o turismo não danifique o ecossistema. Então, especialmente no verão, você tem que fazer reservas. Assim, você deve solicitar uma autorização à Xunta de Galicia através da web. Então você tem que comprar o bilhete de barco. Em segundo lugar, aqui você pode basicamente desfrutar da natureza tanto em terra quanto no mar.

Vamos começar o que pode ser feito em terra. Existem quatro trilhas para percorrer:

  • A Rota do Farol do Monte, que é o mais longo e mais popular. Percorre 7 quilômetros em cerca de duas horas e meia. É de dificuldade média. Tem uma vista gloriosa sobre o Baixo Minho.
  • A Rota do Farol da Porta, menos lotado do que todos, mas tem as vistas mais próximas do mar. É um percurso curto de 5 quilômetros, que pode ser feito em uma hora e meia de caminhada. É de baixa dificuldade e você pode ver as Pedras Freu da Porta e o Mirante San Martino.
  • A Rota de Monteagudo, ótimo se você gosta de observação de pássaros e do mar. Tem excelentes vistas sobre as falésias da Costa de la Vela e também atravessa florestas. É uma trilha curta, mas adorável e você também pode chegar à praia de nudismo a partir dela.
  • A Rota do Alto do Príncipe, a mais curta e simples, mas com um cenário maravilhoso de dunas e falésias. Pode aceder à praia de nudismo das Figueiras. São 3 quilômetros.

essas estradas permitem que você veja as falésias verticais, faróis históricos e cavernas marítimas, mas além de serem feitas para nada mais do que deleite visual, essas paisagens fazem você pensar que o mundo não pode ser ruim com tanta beleza... também há praias. Essas praias são lindas areia branca e fina e águas cristalinas. Há muitas enseadas para se perder sozinho.

Rhodes é uma das praias mais bonitas, como dissemos no início. os britânicos diariamente The Guardian soube classificá-lo assim e, como é formado por aquele banco de areia que une duas das três ilhas, foi construída uma passarela para torná-lo ainda mais atraente. E há também uma restinga, uma área protegida, e uma lagoa chamada Lagoa dos Nenos. É uma praia organizada e protegidaa, com a Cruz Vermelha presente.

Agora, Na Ilha de Monteagudo existem também duas praias, Figueiras e Zona da Cantareira.. Em Figueiras pode-se praticar nudismo e você também pode chegar lá andando de Rodes, ou de barco particular. É também na Ilha de Faro que Praia da Nossa Senhora, com águas cristalinas e uma vista maravilhosa da ilha de San Martiño. Falando de San Martino, aqui está uma linda praia, mais intocada, mas acessível apenas por barco particular e por reserva.

Prontamente em Monteagudo pode visitar o Farol do Peito e uma bela gruta marinha chamada Furna de Monteagudo. E junto a este farol, com vista para o Cabo Home e a ria de Vigo, encontra-se um belíssimo observatório de aves. Além disso, ao sul, há uma área erodida com rochas que têm a forma de taças e um trono chamado apropriadamente, o Alto do Príncipe. A queda para o mar daqui é impressionante.

Na Ilha do Faro não há um farol, mas dois: a sul, o Farol de A Porta e o Faor de Cíes. Eles têm quase 180 metros de altura e as vistas que oferecem são simplesmente de outro mundo. Agora, dissemos que as ilhas são bonitas em cima e embaixo, então é nossa vez de falar sobre suas belezas marinhas e subaquáticas.

El Marítimo – Parque Nacional Terrestre das Ilhas Atlânticas da Galiza É maravilhoso. Essas ilhas já foram refúgio de piratas e hoje são desabitadas, então a única maneira de chegar lá é de barco. É por isso que eles são um belo parque natural. aqui mora a maior colônia de gaivotas da Europa, são mais de 200 tipos de algas, dunas e belas paisagens que deve ser preservado a todo custo.

Finalmente, informações práticas para visitar as Ilhas Cíes.

  • Como chegar às Ilhas Cíes? Somente por mar. Na época alta existe um ferry que vai direto para as ilhas de Monteagudo e Faro. Caso contrário, existe a opção de barco privativo com tarifas que variam de acordo com a data e a temporada. Não mais de 20 euros por adulto. As empresas que prestam este serviço são a Nabia Naviera, Mar de Ons e Rías Baixas Cruises. Você também precisa de autorização que deve processar na Xunta de Galicia. Com data marcada, é solicitado pela web e o procedimento pode ser feito até 45 dias antes. Claro, você tem que comprar a passagem dentro de duas horas após a solicitação da permissão, caso contrário, ela será cancelada.
  • Você pode acampar nas Ilhas Cíes? Sim, existe um parque de campismo na ilha de Faro, na praia das Rodas. Ocupa um espaço de 40 mil metros quadrados e tem capacidade para cerca de 800 pessoas. Você pode ir com sua loja ou reservar uma. A estadia mínima é de dois dias e pode ficar até 15. Há chuveiros, supermercado, telefone, sala de convívio e restaurante. Mas não há luz direta, embora haja eletricidade para carregar nossos dispositivos.
  • Não há lixeiras, então todo o lixo que você gera tem que ser levado de volta.
Você quer reservar um guia?

O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

*

*