Os países mais perigosos para o turismo

Mapa mundial-

Tendo em vista os acontecimentos atuais, o Governo da Espanha, especificamente o Ministério de assuntos exteriores, quis tornar a vida do viajante um pouco mais fácil, oferecendo um mapa mostrando os países mais perigosos para passeios turísticos dia a dia.

É-nos oferecido um mapa no qual a periculosidade de cada um dos países é indicada por cores. Dividimos essas cores em um total de 4 classificações que veremos em detalhes abaixo.

Alcance máximo de perigo

AFEGANISTÃO. Herat. Mazar-E-Sharif. Setembro de 2008. Uma multidão de fiéis ora no pátio do complexo do Santuário de Hazrat Ali, na cidade sagrada de Mazar-E-Sharif. O povo afegão pensa que o corpo do Imam Ali está enterrado aqui. Os peregrinos vêm de todo o país para prestar suas homenagens ao túmulo contido dentro. Falar sobre o fato de que o Afeganistão está voltando à vida pode ser excessivo, porque metade do país está em ruínas; a pobreza pode ser vista em todos os lugares e as condições de vida para a grande maioria são muito difíceis. Milhares de viúvas e órfãos sobrevivem mendigando ou trabalhando como engraxate nas ruas miseráveis ​​das cidades. Enquanto os homens fazem fila no barbeiro para raspar a barba e ir ao cinema, a maioria das mulheres ainda usa burca porque tem medo da tradição e sua situação praticamente não melhorou.

Afeganistão

Nesta faixa encontramos 15% dos países. Eles são aqueles que são pretos, roxos e vermelhos:

  • Cor preta - perigo de nível 10 ou o que é o mesmo, "Viagem é desencorajada em qualquer circunstância": São oito países no total, principalmente porque estão envolvidos em conflitos armados. São eles: Síria, Afeganistão, Somália, República Centro-Africana, Mali e Iêmen. O Nepal também está na lista de risco sísmico (não apresenta nenhuma ameaça terrorista). A Papua Nova Guiné oceânica é listada por seu ambiente instável.
  • Cor púrpura - perigoso nível 9, «Recomenda-se aos espanhóis que saiam de lá imediatamente»: Aqui só encontramos o Iraque e a Líbia, não aconselhados a viajar exceto por extrema necessidade e, por sua vez, com uma recomendação para deixá-los imediatamente.
  • Cor vermelha - perigoso nível 8, «viagens são desencorajadas, exceto em caso de extrema necessidade»: Encontramos nesta lista um total de 19 países, entre os quais o Haiti, o único país americano nesta faixa; estados do Norte da África (Tunísia e Egito) e do centro do continente, como Nigéria, Níger ou Congo, entre outros. Também podemos encontrar alguns países asiáticos como Coréia do Norte, Paquistão e Arábia Saudita.

Gama de áreas específicas a serem evitadas

Venezuela

Venezuela

Nesta faixa encontramos 40% dos países. Alguns são:

  • Cor castanha - nível 6 de perigo, «recomenda-se viajar com extrema cautela e não o fazer em determinadas zonas»: A Venezuela é hoje o país mais perigoso da América Latina devido ao seu alto nível de insegurança de acordo com esses dados. No mesmo nível está a Ucrânia, cuja zona oriental ainda está em conflito; A Turquia, com a fronteira síria em guerra com o Estado Islâmico; e a Palestina, com a conturbada Faixa de Gaza. A Tailândia foi vítima de ataques em locais turísticos e o Sri Lanka é o único país asiático dentro de um nível novamente dominado por países africanos, dez no total.
  • Cor laranja - perigo de nível 5, "viaje com o máximo cuidado e evite áreas específicas": A este nível encontramos tudo, e não se refere a todo o país, mas a áreas muito específicas e específicas do mesmo. Encontramos o Japão nesta lista por seu risco sísmico, a Coreia do Sul por sua fronteira com o regime de Pyongyang e a Rússia por seu agitado Cáucaso. China e Índia também fazem parte dessa camada heterogênea. No entanto, a maioria dos 61 países nesta lista são devido ao crime que existe em certas áreas deles. Isso ocorre com países da América Latina como Brasil, México, Peru ou Colômbia. Também alguns países europeus, como Sérvia, Albânia, Chipre, Albânia e Armênia.

Faixa de cuidado

Togo

Togo

Com um total de 25% dos países, nesta lista encontramos duas cores que não são muito diferentes uma da outra:

  • Cor âmbar - perigoso nível 4, «viaje com extrema cautela»: Nestes países não existem áreas a evitar como nos casos anteriores, mas é necessário caminhar com cuidado constante por todo o país. São 11 países no total, principalmente africanos, como Togo ou Gana. Existem também caribenhos, como Trinidad e Tobago, e asiáticos, como a Malásia. Eles são de médio alto cuidado devido ao seu alto índice de criminalidade.
  • Cor amarela - perigoso nível 3, «viaje com cautela»: Nesta lista podemos encontrar um crime alto, mas sem ser exagerado. No total são 37 países, entre os quais se destacam Marrocos ou a Guiné Equatorial. Também Chile ou Argentina, Equador e Uruguai entre outros.

Alcance irrestrito

Canadá

Canadá

E finalmente chega onde podemos dar um suspiro de alívio já que não há restrições em princípio que impeçam viajar por esses lugares com facilidade (embora na minha opinião nunca se saiba onde estará o perigo). No total, é 20% dos países:

  • Cor azul - nível 1 de perigo, "não há restrições de qualquer tipo para viajar para os seguintes países": Os Estados Unidos, Canadá, Austrália, Nova Zelândia e 35 países europeus são o grupo com o risco mais baixo. Taiwan é o único país asiático sem representantes africanos ou latino-americanos.

Ainda assim, o Ministério das Relações Exteriores observou nas informações de cada país o seguinte: "Recorde-se que neste momento nenhuma região do mundo e nenhum país está a salvo de possíveis atos terroristas."

Consideramos que esta informação pode ser útil se você deseja fazer uma viagem nos próximos dias ou meses, mesmo que todos os cuidados sejam pequenos. Se você tiver alguma dúvida sobre se o país específico para o qual está viajando está em alguma dessas listas, não deixe de visitar este link. Aqui você encontrará todas as informações atualizadas de que precisa.

Você quer reservar um guia?

O conteúdo do artigo segue nossos princípios de ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

2 comentários, deixe o seu

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1.   manual dito

    Risco sísmico no Nepal? Mais do que a Espanha ou os EUA? Em que você se baseia para fornecer essas informações?

    1.    Carmen Guillen dito

      Olá Manuel!

      É informação direta e atualizada da página do Ministério das Relações Exteriores do Governo da Espanha. Contamos com ele para lhe oferecer este artigo. Aqui você pode ver todas as informações: http://www.exteriores.gob.es/portal/es/serviciosalciudadano/siviajasalextranjero/paginas/recomendacionesdeviaje.aspx

      Uma saudação!